O que é a comercialização de milhas aéreas?

Todos nós já ouvimos falar sobre milhas aéreas, programas de fidelidade e de pontos. Não é mesmo? É você do fundo do seu coração, sabe o que são esses nomes e como utilizar da melhor forma? Se não souber, vamos explicar tudinho, com o que se precisa saber para se começar a usar este recurso e o melhor, sempre a favor de suas finanças.

O que são as milhas nas passagens aéreas

São os pontos ou programas de fidelidades que são oferecidos pelas companhias aéreas. Na hora de se cadastrar nesses programas de milhas, o usuário poderá acumular pontos ou milhas, nas vezes que for viajar em voos que são de empresas que são proprietária ou parceiras de programas de fidelidade, que são acumuladoras de pontos e milhas.

Como isso funciona

Ao se acumular uma determinada quantidade de milhas e que seja suficiente para um usuário, no programa de fidelidades, se pode trocar por uma nova passagem aérea em um trecho que seja nacional ou internacional. Dependendo também desse programa é possível, trocar produtos ou serviços. Será necessário se inscrever nesses programas, realizando um cadastro no site.

O cadastro

Esse cadastro para a geração de milhas, geralmente é com um número de inscrição, que é gerado ao fim de um processo pelo usuário. Será esse número que irá representar uma conta, na qual serão depositadas essas milhas. É importante que ao reservar um voo ou na hora do check-in, sempre apresentar o seu número de inscrição ou de usuário para que essas milhas sejam geradas.

O acúmulo de pontos e de milhas aéreas

Primeiro se deve cadastrar para se acumular milhas em programas que são de fidelidade das companhias aéreas e depois fornecer um número de login que é de identificação, sempre que comprar essas passagens por essas companhias. A outra forma de se acumular pontos ou milhas seria em programas que são de fidelidades aéreas, comprando produtos de lojas parceiras e transferindo esses pontos para o seu cartão de crédito.

Como gerenciar essas milhas

Na hora que for gerenciar essas milhas e os pontos em todos os programas de fidelidades que são disponíveis, para se consultar o seu saldo, seu extrato, suas opções que são de resgate e pontos que irão expirar, há muitos aplicativos para isso. Neles, são reunidas muitas informações de que se precisa para se acompanhar em tempo real as suas milhas e também as regras existentes em cada programa.

A escolha pela melhor empresa que comercializa essas milhas

O usuário para escolher essa melhor empresa, precisa pesquisar e muito, já que essa escolha deve ser de forma bem minuciosa. Nunca deixe de procurar por informações na internet. Pergunte também por referências que são de seus amigos, que já usaram e realize uma análise da empresa em sites que são especializados. Meça sempre a confiabilidade dessa empresa e observe se essa empresa trabalha com bons valores.

A regulação para a comercialização dessas milhas

Não há nenhuma regulação oficial ou alguma lei que impeça a venda dessas milhas em passagens aéreas. Entretanto, todos os principais programas de milhagem em companhias aéreas no Brasil, proíbem a prática em seus regulamentos, ao qual, o cliente deve concordar para aderir. Há uma grande quantidade de sites que são especializados em compra ou venda de milhas.

O que é permitido em programas de fidelidades das companhias aéreas

Todos os programas de fidelidades em companhias aéreas permitem a compra, a transferência ou uma revalidação desses pontos que são expirados. Essas transações devem ser realizadas por meio de ambientes de programas e nunca em sites de terceiros. Não é possível vender milhas nesses programas e com os usuários podendo resgatar esses pontos e trocá-los por produtos, de eletrônicos a ingressos de cinema.

Os clubes de milhas das companhias aéreas

É com o pagamento de mensalidades, os integrantes que são desses clubes acumulam pontos que lhes permitirá acumular milhas, com o usuário ganhando pontos que são extras. O acúmulo de milhas por esses clubes é bem mais barato e muito mais rápido do que as que forem acumuladas em um cartão de crédito. Os membros desses clubes também têm promoções que são exclusivas.

O número de milhas que os sites compram

No geral, essas comercializações podem cobrir lotes que são a partir de 6 mil milhas. Quanto maior o número de milhas que o cliente queira vender e a melhor cotação que ele obtém. Isso acontece devido a ser facilitado o resgate de pontos e a emissão de passagem por essa empresa que comprou essas milhas. As transações que são com mais de cem mil milhas garantem um preço superior incluído no negócio.

O mercado dessas milhas

As empresas que compram essas milhas funcionam como um mercado, aos quais, os pontos acumulados em programas de fidelidades que são ligados a essa companhia aérea, como os pontos que são acumulados em voos, como também os pontos que são transferidos de cartões de crédito ou de outros parceiros. São todos comercializados como uma moeda de troca.

A cotação nessa comercialização

Essa cotação nesse mercado de milhas pode variar diariamente, o que pode ser conforme a oferta e demanda. Essas empresas também verificam os valores que são praticados por seus concorrentes para que essa precificação possa ser feita. O cliente fornece login e senha em seu programa de fidelidades, para que o site que comprou as milhas possa resgatar os pontos e posteriormente emitir um bilhete aéreo.

Um negócio muito vantajoso

Esse tipo de comercialização de milhas em passagens aéreas pode ser muito vantajoso para ambos os lados. O mais importante é o de se certificar pesquisando o preço de passagens com companhias aéreas, para não se pagar mais caro, por determinado trecho. Pesquise pela internet e meça a confiabilidade dessa empresa, sempre procurando por um telefone de contato, um endereço, CNPJ e outros dados.

Algumas preocupações

Além de preocupações de idoneidade dessas empresas, há preocupações com os valores que são diários, ao regulamento desse programa e o valor mínimo que pode ser comercializado. Cada empresa aérea possui um limite que é próprio. Tenha paciência na escolha pela melhor empresa e não faça um negócio que não lhe dará benefício algum com a comercialização dessas milhas nas passagens aéreas.

Os melhores cartões para passagens com milhas aéreas

O cartão de crédito ultimamente também está sendo considerado como uma ferramenta que é muito boa para viagens. Com ele é possível acumular milhas que podem ser trocadas por passagens aéreas, hotéis e muitos outros produtos. Conheça aqui, os melhores cartões de crédito, considerando o acúmulo de pontos, os benefícios de viagens e outros custos desses cartões.

Como são divididos os cartões de crédito

Eles são divididos por 3 segmentos que são os de alta renda, em modalidades que são Black, Infinite e Nanquim. Os cartões de crédito em modalidades que são intermediárias como os de nome Platinum e Grafite e os mais simples e baratos que são para quem possui uma menor renda ou se gasta menos, como os cartões de entrada, como os Gold que são sem exigência de renda.

Os cartões de alta renda

Os cartões considerados como de alta renda, são os que possuem mais benefícios e são também os mais difíceis de serem conseguidos, com anuidades mais caras, mas também é possível conseguir uma isenção em alguns casos. Alguns deles também podem oferecer uma opção de pontos turbinados, permitindo dobrar o acúmulo de pontos, pagando mais na fatura, por exemplo.

Como escolher o melhor cartão de crédito

Essa escolha pode ser feita, considerando a renda, a média de gastos, quais são os seus objetivos numa viagem, os destinos que se planeja viajar, as companhias aéreas que se prefere e também os programas de milhas que são os favoritos ou que possam atender a todas as necessidades de seus clientes, tanto para quem viaja como para quem irá obter essa pontuação.

O que é o sistema de milhas

É uma métrica que é utilizada por programas de fidelidades que são de companhias aéreas, equivalendo a uma distância que é percorrida entre 2 cidades. Esse número de milhas se for o suficiente para se completar, o cliente poderá resgatar uma passagem aérea para esse trecho que se deseja. Essas milhas podem ser usadas para uma compra de passagem aérea, sem pagar ou ainda pagando pouco.

Convertendo esses gastos

Para se converter esses gastos que são com o seu cartão de crédito em milhas será preciso que se esteja cadastrado num programa de milhas que é de uma companhia aérea e depois utilizar o cartão de crédito para se começar a pontuar. Esse sistema de pontuação terá uma ligação direta pelo seu cartão de crédito e com o perfil do seu poder de crédito com ele.

Os diferentes programas

Há muitos programas de fidelidades que são para pontos e nem sempre um ponto nesses programas será o equivalente a 1 milha. É uma informação que varia e que deve ser um dos principais fatores para se avaliar, no momento que se escolher por esse cartão de crédito, que pode oferecer as melhores condições para a troca de milhas aéreas. O cliente também deve atender algumas exigências.

Algumas dessas exigências e no que ficar atento

Essas exigências pelo cliente, aos diferentes programas de fidelidades, devem atender a questões como a de renda ou de idade, além de outras. O cliente deve ficar atento para se achar esse melhor cartão para se acumular milhas, que é o mínimo de pontos que esses cartões podem exigir para que essa conversão possa ser feita. Fique sempre atento a todas essas promoções.

O pagamento de anuidades em cartões de crédito

Muitas pessoas reclamam em ter de pagar anuidade num cartão de crédito. Há startups que estão chegando ao mercado e com anuidade zero, para se realizar compras com juros bem abaixo da média do mercado, com a possibilidade de gerenciar os seus gastos em um aplicativo em seu smartphone, com a fatura sendo realizada no momento do seu consumo e consultada quando quiser.

Os cartões de crédito digitais sem anuidade

O Nubank que é um banco digital, com cartão de crédito sem anuidade, com o seu programa de pontos que é justo e com muitas recompensas em seus parceiros. O Inter que o cliente ao abrir uma conta nesse banco, já recebe um cartão com a bandeira Mastercard. O Meu Pag que é para se realizar depósitos, transferências e recarga de celular e o Digio que também é um cartão de crédito digital e sem anuidade.

Os melhores cartões de crédito

Toda essa lista pode ser atualizada sempre e selecionamos, alguns nomes de cartões de crédito, que são os melhores no acúmulo de milhas.  Entre eles, está o Porto Seguro Visa Infinite com acúmulo de pontos de 2,2 por dólar americano, o Sicredi Mastercard Black a partir de 2 pontos por dólar, o Caixa Elo Nanquim a partir de 2,3 pontos e o Itaú Personalité Multiplus Visa Infinite ao se completar 2,5 pontos por dólar.

O Santander Advantage Mastercard Black com 2 pontos por dólar gasto e o Ourocard Mastercard Smiles Platinum que ao se acumular 2 pontos por dólar, vão para o programa Smiles. São cartões com muitas vantagens para os seus clientes, com muitas promoções, diversos seguros e muita comodidade em suas viagens que podem ser nacionais ou internacionais. Alguns deles dão diversos outros benefícios.

Empresas parceiras em suas compras

Existem muitas empresas que são parceiras de programas de fidelidades em seu cartão de crédito, como a Tudo Azul, Smiles, Multiplus, Amigo. São estabelecimentos de compras que oferecem milhas como uma bonificação pela sua compra. Acumula-se uma boa quantidade de pontos e ainda se dá um upgrade em sua pontuação que é a atual, ao usar o seu cartão de crédito, que foi o escolhido pelo seu perfil de consumo.

As compras por esses cartões de crédito

O cliente de alguns desses cartões sempre deve realizar compras com eles, para que sejam acumulados pontos que podem passar a ser milhas. Entretanto, fica a dica, use sempre esses cartões de crédito, com muita moderação e muita responsabilidade, para que não sejam contraídas dívidas que não possam ser pagas por seus clientes. Use esse cartão com muita moderação sempre e tenha passagens aéreas com milhas.

Cartão sem anuidade que gera milhas

Nos dias de hoje é difícil encontrar uma pessoa que não tenha um cartão de crédito. É também muito recorrente saber sobre as milhas e os cartões que são sem anuidades. É considerado um grande benefício para os seus clientes e grande parte desses cartões de crédito, são para acumular milhas, que podem ser gastos posteriormente em viagens, produtos ou vendidas por dinheiro.

O cartão Nubank

O Nubank é considerado como um cartão que é sem anuidade e que gera milhas, além de ser bastante inovador, por ser digital e com capacidade para ser gerenciado as suas compras via smartphone. É também considerado como uma opção da moda. É um cartão moderno simples, gratuito e para os seus clientes terem o controle de suas compras em suas mãos.

Como ser Nubank

O cartão de crédito Nubank é destinado para as pessoas que querem ter mais facilidades e muito mais segurança em suas transações que são financeiras e o pedido por esse cartão pode ser pelo link que é o https://nubank.com.br/cartao e ao lado clique em pedir meu cartão de crédito. Escreva o seu nome completo, seu CPF, e-mail e confirme esses dados.

Os seus benefícios

O Nubank é aceito em mais de 30 milhões de estabelecimentos, além de ter benefícios que são Mastercard. O seu programa de pontos é chamado de Rewards que é optativo e com você escolhendo pagar por ele, com os seus pontos não expirando e com cada R$ 1,00 gasto na fatura sendo igual a 1 ponto que é acumulado para trocar por milhas, por exemplo.

Os pontos com esse cartão

Dentro do aplicativo desse cartão há abas diferentes como a de ganhar pontos que é para juntar pontos que são extras para as promoções que são especiais e com alguns parceiros oferecendo pontos em dobro, utilizando pontos acumulados para apagar da fatura gastos com parceiros e ter benefícios para pagar menos por produtos ou serviços em sites especiais de marcas parceiras.

O cartão de crédito Santander Free

Mais um cartão de crédito que é considerado como uma boa opção, para gerar milhas e com anuidade que é livre, ao se acumular até R$ 100,00 em compras e ainda os seus clientes podem contar com todas as vantagens que são da bandeira Mastercard Gold. Com até 50% de descontos em parceiros, com até 40 dias para pagar a sua fatura, para que as contas do mês sejam fechadas com tranquilidade.

O seu programa de pontos para viagens

Com o Santander Free, o Smiles é para a troca de 15.000 pontos esfera e para trocas que sejam válidas para uma mesma titularidade, para se voar pela Gol, Delta Airline, Air France, KLM, Qatar, Aerolíneas Argentinas, Etihad, TAP, Copa Airlines, Korean Airlines, Air Canadá e muitos outros. 1 ponto é igual a 1 milha Smile e com trocas desses pontos a partir de 15.000 pontos esfera.

O link para a solicitação desse cartão

Para pedir o cartão de crédito Santander Free, o interessado deve acessar o link em  https://www.santander.com.br/cartoes/cc-free e ao lado esquerdo, clique em pedir cartão, digite o seu CPF e com cada passo, as informações deixadas são salvas automaticamente. É um cartão que não faz a conversão em dólar e ainda pode juntar milhas aéreas pagando por isso.

Contando com as vantagens dessa bandeira

O cartão de crédito Santander Free é com a bandeira Mastercard Gold e com ela é possível participar do programa Surpreenda, em que se economiza comprando 1 produto e levando 2, em cinemas, restaurantes ou bares. Com 40 dias para pagar a sua fatura, com saque de dinheiro em crédito, para pagar quando chegar a sua fatura e parcelar em até 24 vezes para se ter mais flexibilidade para pagar essa fatura.

O cartão Petrobras

Com ele, há muitas vantagens que são exclusivas. É um cartão Internacional, com a bandeira Visa, que é sem anuidade, sem taxa de adesão, sem tarifa alguma de manutenção ou de extrato, com até 40 dias para pagar, com suas compras sendo acumuladas por pontos para serem trocados por descontos em sua fatura em muitos parceiros que são comerciais, num cartão com chip, com mais segurança e tecnologia.

O seu programa de recompensas

O programa de recompensas do cartão de crédito Petrobras é para a troca de pontos que são acumulados por descontos em faturas e a cada US$ 1 ponto é possível trocar por descontos em sua fatura ou podem ser convertido em milhas aéreas e quanto mais se utilizar esse cartão, mais pontos se ganha, podendo até viajar de graça e sem o pagamento de sua anuidade. Esses pontos são válidos por até 12 meses.

A conversão por essas milhas aéreas

É muito fácil essa conversão e se dá sendo 1 milha a cada 2 pontos. Por exemplo, para quem tiver até 2.000 pontos pode converter em até 1.000 milhas e quanto maior o gasto, maior será a sua quantidade de pontos e também será maior o seu benefício. Esses pontos acumulados podem ser consultados em sua fatura, com cotação dos pontos sendo em dólar e com compras em reais também pontuando.

Como aderir ao cartão de crédito Petrobras

Para aderir a esse cartão acesse o seu link que é o https://sitenet37.serasa.com.br/am3cartaobb/parceiro/AA3AEBAC3A1A2256107CFA1CF0E5E472. Insira os seus dados que são básicos para o início dessa adesão a esse cartão de crédito e que podem ser o seu nome completo, seu CPF, sua data de nascimento, seu e-mail e telefone com DDD, para continuar com a sua solicitação.

Acompanhando o andamento dessa proposta

Siga ao andamento dessa proposta para a solicitação do cartão de crédito Petrobras em seu site citado acima e obtenha descontos também em peças de teatro, em festivais, museus e muito mais. É um cartão sem anuidade e sendo aceito em todos os estabelecimentos que aceitam a bandeira Visa no Brasil e no mundo e com até 4 cartões adicionais para os seus dependentes.

A escolha por um desses cartões

A escolha é sua, por um desses cartões que são sem anuidade e com programas que podem gerar milhas e levando em consideração tudo o que um desses cartões de crédito pode oferecer. São todos excelentes cartões, que são sem anuidades e com geração de milhas para a sua viagem. Adquira hoje mesmo um deles e tenha todos os seus benefícios.

Dicas ao vender e comprar milhas aéreas

A venda e a compra de milhas aéreas estão se tornando um negócio muito interessante para ambas as partes. Isso está acontecendo desde que os cartões de crédito, estão se tornando mais acessíveis para uma grande parcela da população. Hoje vamos entender como funciona todo esse processo e ainda retirar muitas dúvidas que muitas pessoas ainda têm.

Variando de empresa para empresa

A forma como essa venda de milhas pode funcionar, varia de empresa para empresa. Os sites que são especializados nessa área são aqueles que irão comprar as suas milhas e vender para terceiros ou o site que faz essa intermediação entre os compradores e os vendedores dessas milhas. Sempre confira os termos e as condições dos sites de compra ou venda de milhas aéreas.

Os programas de fidelidade

Esses programas de fidelidades que são de companhias aéreas estão ao mesmo, tempo ganhando muitos consumidores. Aos poucos, todos eles, estão se acostumando. Trocar pontos acumulados por milhas está se tornando um hábito e a nível nacional. Recentemente passou a ser possível, esse tipo de negociação e qualquer pessoa, pode vender ou trocar essas milhas aéreas.

A venda de milhas e a legalidade

Muitas pessoas ficam na dúvida se a venda de milhas é ilegal. Não existe nada presente na Legislação brasileira que possa impedir esse negócio. É o consumidor que adquiriu esse programa de milhas, quem dá o melhor destino e ainda pode ceder o seu direito a terceiros. O consumidor pode realizar essa transação que é legal, sem qualquer tipo de represália.

O contrato do consumidor

No contrato do consumidor essa venda ou compra de milhas aéreas à empresa do programa de fidelidades, não pode impedir que o consumidor ceda a suas milhas para terceiros, pois, ela estaria obrigando o usuário a renunciar do seu direito de dispor delas, que é de sua propriedade. Elas não podem e não fazem isso, por estarem vendo nesse programa, como muito lucrativo, para todos.

Há exceções

Algumas exceções acontecem em muitos contratos, como o que acontece na Gol. Nessa empresa os Programas de Milhagem, como o denominado dessa empresa que é o Smilles da Gol, tem cláusulas que proíbem a venda de seus pontos acumulados, havendo até punição com exclusão do programas, no caso da cláusula ser quebrada.

Quando vale a pena vender milhas aéreas

Essa é uma pergunta que a maioria dos consumidores fazem. Quando vale a pena vender milhas aéreas? É uma pergunta que precisa ser analisada pelo cliente. Na maioria das vezes, ele não consegue resgatar a passagem que queria e para ter a melhor saída ou saber qual a melhor saída, será preciso analisar o cenário.

O processo de compras e vendas de milhas

É um processo que pode mudar de acordo com o site que realiza essa comercialização ou troca. Em todos esses site é pedido que se forneça os seus dados pessoais e uma senha do Programa de Fidelidade para que as passagens sejam emitidas. Em muitos deles, é o próprio usuário que faz essa emissão dessa passagem em nome do comprador.

Como ele é feito

O processo é feito com o primeiro passo que é o de pedir a cotação de milhas que estão disponíveis para a venda. A empresa envia um e-mail pedindo o nome, o CPF, endereço, telefone, número do cartão e uma assinatura eletrônica e dados de sua conta bancária, também poderão ser pedidos. Há uma checagem se essas milhas estão disponíveis e a empresa deposita o pagamento.

As empresas de milhagens e a sua confiança

Muitas empresas de milhagens são confiáveis e no caso de venda de milhas, é a opção desejada, busque sempre por empresas que são de confiança e que já compram milhas há muito anos. Cada uma dessas empresas possui a sua característica. O consumidor sempre deve pesquisar pela melhor e analisar todas as suas características.

Como se dá essa escolha

Ao escolher por empresa que são de milhagem, o usuário deve optar sempre por empresas que tenham telefone e endereço que são fixos, com CNPJ. Muitas dessas empresas e que são as mais conhecidas são a Max Milhas, 123 Milhas e a Hot Milhas. Avalie também, nessas empresas para a sua escolha, o tempo de mercado e o número de clientes que são cadastrados.

Um processo que não é ilegal

Não é um processo ilegal, o de comercialização dessas milhas aéreas e somente se alguma regra for desrespeitada pelo regulamento dos programas de fidelidade, é que se terá o direito de excluir o cliente desse programa. Vale a pena, ser usado quando as suas milhas estiverem para vencer e o passageiro não puder viajar. O fornecedor não pode colocar uma cláusula que impeça essa venda.

O melhor momento para a venda de milhas

O melhor momento é analisando com os seus planos para o futuro de sua viagem. Ao se perceber que não irá embarcar antes da data de vencimento de suas milhas, já é a hora para realizar essa cotação. Com isso, se tem uma maior possibilidade de se conseguir um valor melhor, ao invés de deixar para perto da data de vencimento de suas milhas,  já se pode começar a realizar as suas cotações de milhas.

O que é melhor vender ou comprar milhas aéreas

Usar milhas pode render também viagens de graça em programa de fidelidade que são de companhias aéreas. Porém, esses pontos possuem um prazo de validade e podem expirar antes que se consiga aproveitar. Para não sair no prejuízo, se pode recorrer em sites que são de compras ou de vendas de milhas aéreas e principalmente se não for usá-las por tão cedo.

Dicas para compra e venda de milhas

Verifique a idoneidade dessa empresa sempre, compare seus preços e tarifas, analise todas as vantagens e desvantagens, fiquem atentos aos seus termos, suas condições e prazos e administre da melhor forma possível as suas milhas, de forma bem consciente, para aproveitar todos os seus benefícios. Fique sempre atento em qualquer transação como essa que é comercial.

Viagens ao exterior de avião e o que saber

Muitas pessoas se sentem inseguras para uma viagem de avião pelo exterior, devido às muitas etapas ou procedimentos para o embarque ou desembarque que pode rolar. Daremos aqui informações que são básicas para essa viagem internacional. É um guia para que essa viagem seja um verdadeiro sucesso e sem complicações. Não deixe que essa viagem seja desesperadora para você.

As dúvidas nessa viagem internacional

É sempre uma maravilha viajar para fora do Brasil, buscar outras culturas, ter novas experiências e logo vem uma chuva de dúvidas nessa viagem. Até é difícil afastar pensamentos sobre mala, documentos e o que levar. Por isso, há uma grande demanda por informações. Essas dúvidas também têm acontecido por causa do aumento do número de viagens que são internacionais.

Os procedimentos

Antes dessa viagem ao exterior, a compra dessa passagem é o primeiro procedimento, que pode ser comprada de muitas formas, como em escritórios de agências de turismo, direto nas companhias aéreas, pela internet, nas lojas físicas ou por telefone ou em sites que comparam preços. Veja com antecedência a melhor forma para se chegar a esse aeroporto, se preocupe com esse trajeto também.

Com os documentos em mãos

Descubra todos os documentos que o seu destino internacional irá exigir. Pesquise também pelas vacinas que devem estar em dia pelos viajantes. Verifique em seu passaporte, se está dentro da validade e carregue todos esses papéis ou documentos em separado, dentro de uma pastinha, para se ter um fácil acesso. Todos embarcam com um documento de identificação como o passaporte ou o RG.

Viagens aéreas ao exterior com crianças

Para o embarque, famílias com bebês tem preferência na fila. As crianças de colo terão direito a até 10 Kg de bagagens, para despacho e mais 10 kg de bagagens de mão. Na hora do check-in, avise ao atendente sobre o embarque do carrinho de bebê. Nos voos internacionais menores acompanhados por 1 de seus pais ou outro parente, só podem voar com autorização judicial, que pode ser conseguida pelo juizado.

As regras de bagagem

Em voos que são internacionais há regras de bagagem e que podem mudar de uma companhia para outra. No geral, quem embarca do Brasil, terá direito a dois volumes, com 32 kg cada uma e também mais uma bagagem de mão num volume de 115 centímetros, que é a soma de altura, comprimento e largura. Não são permitidos frascos com mais de 110 ml de todos os líquidos, nem objetos pontiagudos ou isqueiros.

A etiqueta nas malas

É muito comum em voos internacionais que se coloquem etiquetas nas bagagens com os dados dos viajantes. São adesivos ou fitas coloridas, que são colocadas para se reduzir os riscos ou as chances dessas malas de serem confundidas, com outras que sejam parecidas na hora do desembarque. Para a bagagem que exceder o limite de peso, será preciso que pague uma tarifa que é estipulada pela companhia aérea.  

Na hora do check-in 

Numa viagem internacional o melhor é chegar ao aeroporto com mais ou menos umas 3 horas de antecedência. É um tempo necessário para que tudo seja feito com calma e até um tempo bom para que sejam resolvidos todo e qualquer imprevisto que possa surgir. Apresente-se na companhia aérea escolhida para esse voo internacional, realize o seu check-in, despache a sua bagagem e se informe se haverá alguma conexão.

O detector de metais e o seu embarque no voo

Nesses voos será obrigatório a sua passagem pelo detector de metais, o viajante deve tirar de seu corpo todos os objetos que são metálicos e isso são o porte de chaves, moedas ou até cintos, que deverão passar obrigatoriamente esses objetos junto com a sua bagagem de mão, no raio-x. Depois disso, será a hora de procurar pelo seu portão de embarque, que o número está indicado em seu cartão.

O que pode ou não dentro da aeronave

Dentro do avião é a hora de primeiro procurar pelo seu assento que fica assinalado no cartão de embarque. Os comissários de bordo são os responsáveis por explicar todos os procedimentos relativos à sua segurança no avião. O seu aparelho de celular precisa estar desligado ou no modo avião o tempo todo. Não é permitido o fumo a bordo. Pode ser servido algum lanche ou bebida ou até levar petiscos a bordo.

Diferença entre escala ou conexão

Essa diferença é mais um tópico que todo viajante para o exterior deve saber, na hora da compra de sua passagem. Nos voos que são com conexão, o passageiro irá desembarcar da aeronave numa outra cidade e embarca num outro avião, rumo ao destino final. Em voos que são com escala o avião irá aterrissar em uma ou mais cidades que são antes ao seu destino final, para o embarque ou desembarque de outros passageiros.

Dicas para os incômodos dentro do avião

Muitas pessoas e principalmente aquelas que irão realizar uma viagem de longa duração para o exterior, podem sentir algum incômodo ou desconforto nessa viagem. Isso pode ser uma pressão nos ouvidos, na hora da decolagem ou no pouso e até uma turbulência durante esse voo. A dica nesses casos é que os seus passageiros permaneçam sentados, mascle chicletes, simule bocejos e mantenha os cintos afivelados.

Na hora do desembarque

Ao desembarcar em um avião, siga as instruções dos funcionários que são os responsáveis para dar essas orientações, principalmente nos voos com escala ou conexão. Será necessário passar pelo balcão de imigração e tenha em mão o seu passaporte ou outro documento de identidade exigido para esse destino. Dirija-se a esteira de bagagens e fique sempre atento ao painel do seu voo.

De posse de sua bagagem no desembarque

Com a sua bagagem em mãos será necessário que enfrente mais um controle de raio-x, em que todas as suas bolsas ou bagagens deverão passar no controle alfandegário. Um agente também recolherá um formulário que deverá ser preenchido ainda no avião, explicando todas as regras de controle alfandegário. Feito isso, o viajante estará preparado para explorar todo o seu destino internacional.

Riscos e cuidados com a sua passagem aérea numa viagem

No Brasil, nunca foi tão fácil comprar uma passagem aérea pela internet e ainda mais com o advento da tecnologia. Mas também nunca foi tão fácil cometer erros que podem acontecer por falta de conhecimento ou por pura distração. Para que essa viagem ocorra sem problemas, o seu planejamento deve ser feito com muito cuidado e com atenção aos detalhes.

Algumas informações importantes

Como parte dessas informações que se deve ter com a sua passagem aérea numa viagem é o de se vacinar antes. Essa vacinação é muito recomendada para as pessoas que querem viajar para os países que são tropicais ou os que passaram por alguma epidemia de doenças como a febre amarela e deve ser feita de 6 a 8 semanas antes da compra dessa passagem.

A vacina obrigatória

A única vacina que é obrigatória e que está de acordo com as regras que são internacionais é a vacina contra a febre amarela. A falta dela pode levar a uma proibição de entrada em determinados países, o que pode ser um terror para aqueles viajantes que já estão com suas passagens aéreas compradas. O regulamento sobre essa vacinação pode variar em diferentes países.

A segurança em sua viagem

Antes de realizar a compra por essa passagem aérea para o exterior, o viajante deve verificar todas as condições que são políticas e climáticas de um determinado país, para a sua própria segurança. É importante que se conheça sobre os tipos de perigos desse lugar, que podem ser desde aos desastres que são naturais, como ciclones e inundações até manifestações por greves.

Verifique os seus documentos para entrada

Essa é uma dica muito importante que é a verificação de seus documentos para a entrada em um país, como a data de validade do seu passaporte e o visto se for aplicável. A lista desses países que são com visto, pode ser encontrada no site do Itamaraty, sendo considerado como uma medida de segurança que é adotada por um país.

Comprando um seguro em sua viagem

Essa é mais uma forma de se ter um cuidado em sua viagem, que é a compra de um seguro. É a melhor maneira de se ter uma proteção contra diversas consequências que podem acontecer em sua viagem, consequências essas que, podem ser relativas á doenças, acidentes ou outros problemas que possam acarretar nessa viagem e afetar a sua segurança.

Cuidados durante o voo

No voo a bagagem de cabine deve ser colocada embaixo do seu assento ou no compartimento que se encontra acima das poltronas e deve ser colocada com cuidado para não se movimentar. Observe sempre a localização das saídas que são de emergência e também leia as orientações que são para a sua segurança e que ficam no bolso do assento anterior.

Ouvindo com atenção

Outro cuidado que esses viajantes devem ter é o de ouvir com muita atenção as regras que são de comportamento e que visam a sua segurança, num caso de emergência em um voo e que na maioria das vezes é apresentado pelos comissários de bordo e se notar qualquer fenômeno que seja preocupante, informe a equipe na mesma hora, para não correr riscos desnecessários.

Ao passar por um perigo real

Em caso de um perigo real, a dica é nunca se desesperar em seu voo e para isso é muito importante que siga a todas as instruções que são dos funcionários, que são treinados para isso. Se os seus documentos, cartões de crédito, bagagem ou outros objetos de valor forem roubados ou furtados, entre em contato com a delegacia de polícia ou a unidade diplomática brasileira mais perto.

O que é proibido em uma bagagem de mão

Por razões que são de segurança e que acompanham as normas que são internacionais há diferentes itens, que podem ser proibidos e com agentes de segurança tendo o direito de solicitar a remoção de um desses itens e alguns deles são os que não podem em bagagens de mão e que são os pontiagudos, cosméticos, medicamentos, skate, arpões, lanças, vara de pescar, facões e etc.

Apressar ou deixar para a última hora

Esse é um cuidado que não pode passar despercebido e quem compra as passagens aéreas com antecedência pode se deparar com mais opções de bilhetes e com os melhores preços. Só adquira o seu bilhete para embarque com antecedência, se tiver a certeza de que conseguirá realizar essa viagem. Nunca deixe para a última hora, para não correr o risco de pagar mais caro.

Nunca deixe de conferir os seus dados

Conferir os seus dados é uma dica muito importante e que pode evitar muita dor de cabeça com a sua passagem aérea na hora do embarque. Conferir os nomes completos e os números de identificação devem sempre ser checados, por causa da hora do check-in e se houver qualquer erro, os funcionários da companhia aérea podem não autorizar o seu embarque.

Fique atento aos detalhes do voo

É de fundamental importância que o passageiro possa prestar atenção a todos os detalhes de sua viagem, como os registrados nos seguintes itens e que são a origem, o destino de seu voo, o número de passagem da sua viagem, a data e os horários de ida e volta quando houver. Com atenção a esses detalhes e até as conexões se tiver, podem ser o suficiente para não se ter problemas num voo.

 Ao mudar a data de sua viagem

Se houver algum imprevisto e tiver que mudar essa data, o mais ideal é consultar a empresa aérea ou o seu agente de viagens, se tiver. Essas alterações são realizadas de acordo com a disponibilidade do voo e podem gerar custos que são adicionais para o passageiro e ainda podem variar conforme a tarifa de passagem, que é com um prazo de validade de até 1 ano.

Se desistir

No caso de desistência dessa passagem ou de cancelamento, verifique também todas as regras que estão dispostas em seu contrato de transporte, já que é uma mudança que também pode gerar custos. Siga as nossas dicas para evitar riscos e ter muito cuidado com a sua passagem aérea em uma viagem, evitando muitos imprevistos para se divertir muito. Boa viagem!